Holanda - Centro de Educação Musical - Unidade Marista

Educação Musical

A Educação Musical pode auxiliar na alfabetização, desenvolver o raciocínio lógico e a criatividade, além de ser um bom apoio para o ensino de outras disciplinas.

Participar das Aulas de Música vai além de cantar uma canção ou tocar um instrumento. Ver os amigos, aceitar os desafios, concentrar, imaginar, sorrir, interpretar, fazer novas conexões e estimular o cérebro são atributos diários nas intervenções musicais. Música é vida!
J.Holanda

Faça seu cadastro e agende sua
primeira aula totalmente grátis!

O CENTRO DE EDUCAÇÃO MUSICAL HOLANDA é uma instituição cultural desde 1981 e está no mercado goiano colaborando para o aperfeiçoamento e aprendizado da música em seus diversos aspectos.

Professora Júlia Holanda

Júlia Holanda, é Doutoranda em Educação, Musicista, Musicoterapeuta, Neuropedagoga e Especialista em Musicalização Infantil, Análise do Comportamento Aplicada (ABA), Psicomotricidade & Neuroeducação Musical. Desenvolve um trabalho de excelência com alunos com transtornos (TEA), deficiências ou síndromes.

Trabalha com gestantes e bebês desde 2000.

Atualmente, é coordenadora e tutora na Pós Graduação em Musicalização Infantil e Neuroeducação Musical da Faculdade Tecnológica de Palmas, professora de musicalização infantil na Creche do Poder Judiciário de Goiás desde 1998 e coordenadora artística e pedagógica da Holanda Centro de Educação Musical. Ministra cursos de Capacitação em Musicalização Infantil e Baby Class, Teclado, Piano, Neuroeducação Musical e Inclusão para educadores de todo o país.

Júlia Holanda é autora do Livro de Teclado da rede de escolas de Música Holanda na cidade de Goiânia - GO.

Agende sua 1ª aula gratuita!

Faça seu cadastro e agende sua primeira aula totalmente grátis!

Cursos

Confira alguns dos nossos cursos.


Aulas Kids Musicalização Infantil

Pioneira no Brasil com o método de musicalização infantil para crianças a partir de 2 anos e 8 meses, a Holanda se diferencia das outras escolas de música. Um método totalmente ilustrado, criado através de estudos e seminários realizados em sala de aula ao longo de 20 anos de docência ativa. Temas como noções rítmicas, notação musical, canto, instrumentos, solfejo, composições, teatro musical, performance, tarefas com a família, propriedades do som e brincadeiras infantis como cantigas de roda são incorporadas no livro Holanda. A criança vai brincar como criança, colorindo todo o método aprendendo de forma divertida a música.


Música e Bebês (3 meses à 2 anos e 8 meses)

É um equívoco pensar que as competências musicais do bebê sejam mínimas. Durante nove meses, ele permanece imerso num mundo sonoro muito rico, o útero materno. Seu aparelho auditivo está maduro aos cinco meses de gestação e as pesquisas comprovam as surpreendentes competências musicais do bebê já nesse momento.

A música pode acalmar o bebê – atuação anti-estresse. A música ajuda a desenvolver o bebê – participação na formação de novos circuitos neuronais e do desenvolvimento cognitivo e motor. Na Holanda Marista, as aulas com os bebês acontecem através de estímulos musicais com especialistas em musica/musicoterapia/psicopedagogia & neuroeducação musical.


Violão

Atendendo pedidos das nossas escolas autorizadas, criamos novamente junto com o professor Luis Stelzer o Curso TKT de Violão Popular, composto por 3 estágios. Trata-se de um curso mais leve e fácil, onde ensinamos a posição dos acordes e os padrões rítmicos. É um curso específico para quem quer apenas acompanhar e cantar.


Teclado

Contém 20 lições que nasceram do sonho de proporcionar a alunos e auto didatas um instrumento para aprenderem a tocar teclado de forma rápida, correta e estimulante. As músicas foram desenvolvidas respeitando o processo gradativo de aprendizagem, inserindo novidades para que os alunos assimilem de maneira clara e “Sem Stress” o que permite um excelente desempenho na sua carreira musical.

A teoria é apresentada de forma prática aplicada ao uso do instrumento, o qual garante melhor assimilação. Dedicação e amor são ingredientes indispensáveis para desenvolver e concretizar os ideais deste método inovador e maravilhoso.

Temos mais cursos

Entre em contato conosco via WhatsApp!

Siga-nos!

MÚSICA E BEBÊS 
BEBÊS E MÚSICA


Ao olhar para o seu bebê, muitas mães pensam: ”Gostaria que, ao crescer, ele estudasse musical! ”. A ideia de que o estudo da música deveria começar apenas quando a criança estivesse pronta para “fazer” algo através de um instrumento musical ou quando estivesse pronta para compreender os conteúdos teóricos tradicionalmente relacionada á leitura e escrita, é uma idéia antiga e ultrapassada.

Importantes estudos, especialmente aqueles conduzidos pelo prof. Edwin E. Gordon, desde a década de 1960, têm demonstrado que os processos de aprendizagem da música começam desde os primeiros dias de minha vida do ser humano, ou seja, desde a gestação. E mais de que isso, estes estudos têm demonstrado a maneira como ocorrem estes processos de aprendizagem.

Podemos considerar que a música é uma espécie de linguagem ou que , ao menos, pode ser aprendida como uma linguagem, já que as regras que organizam os sons, ritmicamente ou harmonicamente, são relacionáveis ás regras que organizam a estrutura sintática das línguas faladas nos mais diversos países do mundo.

Da mesma forma que as crianças devolvem a linguagem verbal nos primeiros anos de vida, podem desenvolver os processos cognitivos relacionados ao desenvolvimento de uma espécie de “pensamento musical” que, na teoria de Gordon, corresponde ao conceito de Audição.

Em linhas gerais, a Audição se refere á habilidade humana de compreender o sentido intrínseco dos sons dentro dos diferentes contextos musicais e , do ponto de vista expressivo, também diz respeito ás nossas competências tonais (por exemplo, cantar “afinado”) e rítmicas (por exemplo,cantar sem perder a regularidade de um esquema rítmico).

Mas como se devolve a audição?

Progressivamente, os adultos legitimam e reforçam todas as tentativas da criança em estabelecer comunicação verbal, desde os balbucios até as primeiras palavras, e fazem isso utilizando como principal recursos a própria fala. Portanto, podemos considerar que o adulto ensina a criança a falar simplesmente apresentando um rico modelo de utilização da linguagem verbal, isto é, os pais proporcionam á criança um ambiente de aprendizagem informal no qual ela aprende instintivamente, motivada também por aspectos de ordem emocional (relações afetivas) e social (relações com outros adultos e crianças).

Ao mesmo tempo em que se desenvolve a fala, desenvolve-se o que podemos chamar de “pensamento verbal”, ou seja, a capacidade de relacionar sons da fala, palavras e conceitos de compreender a estrutura gramatical e seu uso nos processos de comunicação. De maneira similar, todas as crianças, especialmente nos primeiros anos de vidas, podem desenvolver até certo nível o seu “pensamento musical”: a Audição.

Porém, os estímulos musicais que geralmente apresentamos ás crianças, nos primeiros anos de vida, não são suficientemente ricos para o pleno desenvolvimento da Audição.Nem quando ao conteúdo e nem quanto aos métodos de apresentação.

Na maioria das vezes, as experiências musicais na primeira infância são propostas pelos educadores como um mero entretenimento. Além disso, por motivos históricos, quase 100% do material que é utilizado para a estimulação musical na primeira infância é composto por canções (cujas melodias são formadas por música e letra), e o uso deste tipo de material acaba privilegiando o conteúdo verbal.

Isto ocorre porque, em primeiro lugar, acabamos por utilizar a música apenas como um suporte para o desenvolvimento da fala, e, além disso, os conteúdos musicais destas canções, como são menos importantes do que o verbal, nem sempre compreendem toda a diversidade necessária ao desenvolvimento musical da criança.

A aprendizagem musical, na prática

Então, como a criança poderia desenvolver um pensamento musical em nível comparável ao seu desenvolvimento verbal em idade pré-escolar, se há tanta discrepância entre a qualidade dos estímulos musicais e verbais que recebe em seus primeiros anos de vida?

A pesquisa de Gordon sobre a aprendizagem musical revela que, assim como a criança é exposta a estímulos verbais variados e com diferentes graus de complexidade, nos primeiros anos de vida, ela deveria entrar com contato com estímulos musicais equivalentes.

Os bebês precisam escutar ritmos e melodias que contribuam pra revelar a eles toda a riqueza da linguagem musical. Podemos dizer que as crianças precisam ter a oportunidade de conhecer as principais (padrões rítmicos) e modos (padrões melódico-harmônico) musicais. Em outras palavras, os bebês e as crianças em idade pré-escolar precisam escutar todos os tipos de música, especialmente os mais ricos e complexos.

Entre estes tipos, a música clássica ou erudita, a música popular (com destaque para as músicas que, como o jazz, têm composições elaboradas e fazem uso de improvisação) e a música étnica ou folclórica dos diversos países do mundo. Para que haja maior aproveitamento e compreensão dos estímulos, esta grande diversidade musical deve ser apresentada a partir de exemplos breves e constantes, intercalados com igualmente breves momentos de silêncio.

Mas, assim como no desenvolvimento da linguagem verbal, uma mera exposição da criança a toda esta variedade complexidade de estímulos não são eficientes ou suficientes sem a ação direta do adulto educado(principalmente os pais). No processo de aprendizagem musical e de desenvolvimento da Audição os pais têm o papel mais importante: o papel de oferecer um modelo vivo e presente para o desenvolvimento musical da criança. Para isso, devem cantar para a criança de uma maneira especial,com expressividade ( cantar para expressar sensações e emoções).

Algumas sugestões de atividades

Por meio do canto, o educador pode brincar com a voz, com os movimentos corporais, com a respiração e com olhar. Esta é a melhor forma para estimulara criança no desenvolvimento da Audição. Podemos cantar breves trechos melódicos de canções, substituindo as palavras (letras destas canções) pelo uso de sílabas simples e neutras (“la-la-la….”, “pom-pom-pom….”, etc), de maneira que estas sequências de sílabas não sejam confundidas com palavras de qualquer idioma.

Ao cantar para a criança, também é importante o cuidado com o espaço ambiente, para garantir que ela possa Receber o estímulo do cantar com o mínimo de obstáculos (outras vozes em conversa, sons de rádio, televisão, discos, entre outras interferências sensoriais).

Finalmente, nesse momento de estimulação musical, tente deixa de lado a comunicação verbal e , por meio dos sons musicais, brinque de “falar música” como seu filho. Você pode começar agora mesmo!

INSTRUMENTOS MUSICAIS NA MUSICALIZAÇÃO

O uso de instrumentos musicais como meio de desenvolvimento motor, associados ao senso rítmico, está no centro das aulas de iniciação musical ministrada pela professora Amália de Vincenzo, pedagoga graduada em pós-neuroeducação e música. Para ela , a utilização dos instrumentos musicais com este enfoque conscientiza os bebês com movimentos bilaterais paralelos e movimentos com lateralidade dissociada ou alternada.A atividade propõe técnicas para musicalizar o bebê nos seus 1 e 2 anos de vida, respeitando seu desenvolvimento cognitivo- musical, dividindo em quatro fases de maturidade.

“São exploradas fontes de sons, formando assim o quadro sonoro, a relação entre o som e o silêncio, as texturas sonoras variadas, inicialmente através das sílabas canônicas, desenvolvendo assim as primeiras noções da consciência melódica, trabalhando dinâmica expressivas para fazer durar os espetáculos interessantes.Trabalha-se senso rítmico, pulso musical e os instrumentos musicais como mediadores de provocações sonoras”, explana Amália, também uma das diretoras do Conservatório Musical Heitor Villa-Lobos.

Musicoterapia


Musicoterapia, como o nome já diz, é uma forma de tratar os pacientes através da música. É uma técnica que trabalha com a saúde ao utilizar formas diversas de aprendizado, expressões e arte. Trazendo prevenção e promoção de saúde para todos. A música faz com que sintamos emoções positivas ou negativas.

Pode ser utilizada em qualquer área que haja demanda, seja promovendo saúde, reabilitando ou atuando como medida de prevenção ou simplesmente para melhorar a qualidade de vida.

O objetivo da Musicoterapia é a saúde, com intervenções, reabilitação, tratamento, estimulação e desenvolvimento, diferentemente das aulas de música que têm em seu cerne o aprendizado musical.

A quem se destina: pessoas típicas que buscam qualidade de vida e prevenção e pessoas atípicas como pacientes com Doenças Cardíacas, Transtornos Neurológicos, Demência, Alzheimer, Afasia, TEA (autismo), TDAH, PC (paralisia cerebral), etc.

As sessões acontecem 1 ou 2x por semana com duração de 30 a 40 minutos com um profissional habilitado na profissão.

musicoterapia

Metodologia Holanda

A Metodologia Holanda foi desenvolvida nas últimas décadas através de estudo técnicos, vivências e realidade dos alunos. Um curso prático fundamentado na teoria de forma concreta formando músicos profissionais e amadores sem “vícios” na linguagem musical. Transmitir com clareza e exatidão os conhecimentos musicais aos alunos, sejam eles de forma elementar, intermediário ou avançado, alcançando a satisfação e o aprendizado de todos.

Proporcionar ao aluno um ambiente agradável com professores capacitados e didáticos é premissa na Instituição. Entender o aluno como único formulando seu plano pedagógico individual torna a Metodologia Holanda dinâmica e eficiente.

A Metodologia Holanda alia professores graduados em música e a transdisciplinaridade com uma equipe multidisciplinar especialista em Educação, acolhendo alunos atípicos (Down, PCE, Autistas, Idosos com Alzheimer, Parkinson, etc.)

Associado à Metodologia Holanda, os métodos da TKT ASSESSORIA MUSICAL (SP), enriquecem o plano de curso da Instituição permitindo ao aluno receber o certificado na conclusão de cada etapa com avaliação final, curso técnico.

A equipe é capacitada pela coordenadora Júlia Holanda que é referência em implementação de escolas de música em todo o país.

Agende sua 1ª aula gratuita!

Faça seu cadastro e agende sua primeira aula totalmente grátis!

Estrutura Física

Álbum Digital Igual & Diferentes

Lançado no pico do Isolamento Social (2020) já foi adquirido por centenas de Pais, Mães, Educadores do Brasil e exterior. Esse CD foi produzido a partir da prática em sala de aula com as crianças. Todas as músicas já foram vivenciadas com os pequenos. As músicas foram pensadas nas crianças de 0 a 10 anos e abordam temas e conteúdos que contemplam a Educação Musical como:

Som e silêncio, sons do corpo e da boca, língua inglesa,enriquecimento do vocabulário,andamentos, expressões e sentimentos. Música de acolhida, música para mães, música para os pais, ritmos variados. Altura, intensidades, timbres. Como bônus, uma faixa extra com a música Memórias, composta com a aluna Dona Princesa, idosa com Alzheimer. A letra é a reprodução de suas falas de como se sentia com a perda da memória, o prazer em fazer aulas de música e o enfrentamento da doença. Dona Princesa faleceu em novembro de 2018.

Compartilhar esse trabalho é um desprendimento. É um mix de sentimentos. Júlia Holanda

Eu quero!

Depoimentos

"Cheguei na Holanda Marista por indicação de uma grande amiga e me surpreendi logo de cara com o astral diferenciado. É um ambiente muito gostoso e tanto eu quanto meus filhos nos sentimos em casa na escola desde os primeiros dias. Minha filha começou antes dos seis meses, e todos os marcos do desenvolvimento dela foram vivenciados durante as aulinhas. Ela começou a engatinhar, falar, andar, ganhou mais autonomia e confiança, fez amigos... tudo isso estimulada pelos sons, as músicas e as atividades propostas pela Tia Juju. Meu filho mais velho já começou a se interessar por instrumentos específicos e tem mostrado cada vez mais aptidão, sempre sendo muito estimulado pelas professoras e os colegas. Realmente penso que a aula de música é muito importante para o desenvolvimento como um todo da criança, e a Holanda é especialista nisso."

"Descobri a escola Holanda através da internet, fiz uma aula experimental e foi amor à primeira vista. Escola maravilhosa que cativa em cada detalhe, um dos melhores investimentos para oferecer aos nossos filhos. É gratificante ver a evolução, perceber que eles assimilam cada estímulo apresentado em cada aula. Ter um bebê musical em casa é pura alegria. Eu tenho certeza que o Benício nunca vai se esquecer dos momentos felizes que compartilhou nas aulinhas. Eternizando na memória essa fase para que futuramente tenha evidências concretas dos benefícios em sua vida adulta. Tia Juju que você continue contagiando por onde passar, ensinando e colocando brilho no mundo. Parabéns pelo trabalho incrível!"

“Cheguei na escola de música Holanda quando ainda era pré adolescente e a Júlia foi minha professora de teclado, as aulas foram maravilhosas para mim em todas as áreas principalmente emocionalmente pois tocava e aquilo me trazia alegria, com o tempo fomos nos tornando amigas e essa amizade já tem 20 anos. Agora me tornei mãe e o meu filho Eduardo Neto estuda música com a Júlia desde os 6 meses de idade e com 8 meses ele falou sua primeira palavra papai, isso foi muito emocionante para mim e meu marido, pois sabemos que as aulas de música contribuíram grandemente para a fala e desenvolvimento psíquico e social do nosso filho, a escola de Música Holanda Marista além de ter todos esses atributos maravilhosos no desenvolvimento do nosso filho, ainda quando chegamos lá nos sentimos em casa pois nós sentimos acolhidos e amados e o mais importante o nosso filho ganhou muitos amigos, e ama tanto a escola e a tia Juju que ele grita de alegria quando estamos indo para as aulas. A música ou louvor pode mudar a vida de uma pessoa pois ela te traz esperança, fé, alegria e amor. Tenho certeza por experiência própria que a música ela é muito importante no desenvolvimento de todos nós adultos e crianças por isso minha escolha pela Escola de Música Holanda Marista."

"Conheci a Holanda Marista através de uma amiga querida, que também é vizinha. Nossos bebês são praticamente da mesma idade e, com a pandemia, ela me convidou a experimentar as aulas de música, em casa. Desde o início notei o quanto a música, o som dos instrumentos, as diferentes tonalidades de voz chamaram a atenção do Otto. Ele observou tudo com curiosidade e com o tempo, foi cada vez mais interagindo e participando das atividades propostas pela tia Juju. Com a retomada gradativa das aulas na escola, tivemos uma agradável surpresa. A sala de aula traz ainda mais interação e a área externa é muito acolhedora. Vivemos semanalmente uma experiência divertida que mistura música, amigos, brincadeiras, muita risada, além de amoras e jabuticabas colhidas do pé, no quintal da Holanda. Mesmo com pouco tempo de aula não tenho dúvidas do alcance da música no desenvolvimento cognitivo e social do bebê."

Agende sua 1ª aula gratuita!

Faça seu cadastro e agende sua primeira aula totalmente grátis!

Endereço:
Rua 141, Qd. 12-A, nº 240, Setor Marista, Goiânia, Goiás.

Contatos:
contato@holandamarista.com.br
(62) 3241-2540
(62) 98311-7284